Suposto Calendário com a previsão de Vacinação da Covid 19

É falsa a informação sobre um calendário divulgado supostamente pelo Ministério da Saúde com as datas e previsões de vacinação para imunização da população por idade.

Este calendário vem sendo divulgado amplamente desde o início do ano de 2021, com uma suposta Campanha de Vacinação Nacional de prevenção da Covid-19, e sua ação seria dividida por idade iniciada em Março imunizando a população de 71 anos e terminada em Agosto com a população de 18 anos.

Este comunicado viralizou nas Redes Sociais principalmente WhatsApp e Facebook e tem gerado a desinformação da população, uma vez que o Ministério da Saúde já se pronunciou e esclareceu que esta veiculação é falsa e que ainda não existe um calendário oficial para esta faixa etária da população, e que apenas foi definido quais os grupos prioritários para imunização com maiores chances de agravamento e óbito decorrente a infecção da Covid-19.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que não existe calendário prévio com as datas em que estados e municípios devem realizar a vacinação de sua população e que após a distribuição das doses pelo governo federal, cada um destes têm autonomia para realizar as imunizações considerando inicialmente os grupos prioritários conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

De acordo com Ministério da Saúde em seu site oficial, a seleção deste grupo prioritário foi estabelecido de acordo com a Organização Mundial da Saúde e órgãos competentes e abrange: população com 70 anos ou mais, pessoas com deficiências institucionalizadas, povos indígenas vivendo em terras indígenas, profissionais de saúde, povos das comunidades ribeirinhas, povos das comunidades quilombolas.

Não existe ainda um calendário com o cronograma para a vacinação do grupo populacional de 18 a 60 anos, pois a disponibilidade de vacinas ainda é insuficiente para atender toda demanda da população assim foram priorizados os grupos descritos acima considerados de risco, e as demais parcelas serão vacinadas posteriormente.

Seguem alguns números oficiais sobre a vacinação em abril 2021:

Doses distribuídas : 47.862.856

População Alvo Convocada: 26.427.966

População Alvo (Grupos prioritários): 77.279.644 – Grupos já foram convocados para vacinação com distribuição de doses de vacinas para seguintes populações em destaque temos: 100% pessoas com 70 anos ou mais, 100% povos indígenas, comunidades quilombolas e ribeirinhas e 97% trabalhadores da saúde .

Doses Aplicadas: 30.932.493

Pessoas vacinadas 1ª dose: 23.690.679

Pessoas vacinadas 2ª dose: 7.241.814.

Saúde Sem Fake News: O Ministério da Saúde disponibilizou um número de WhatsApp , onde os cidadãos podem enviar gratuitamente mensagens contendo imagens ou textos recebidos através de redes sociais para apurar se a informação é verdadeira ou não. É um canal é exclusivo para combate as Fake News sobre recebimento de informações virais, que serão identificados pelos responsáveis técnicos e respondidas oficialmente.

É importante a população estar atenta sobre supostas informações de natureza gerais, veiculadas por redes sociais e sempre buscar sites confiáveis e os canais disponibilizados para averiguar a legitimidade das mesmas.

Fontes:

https://antigo.saude.gov.br/fakenews/

https://qsprod.saude.gov.br/extensions/DEMAS_C19Vacina/DEMAS_C19Vacina.html

https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/entenda-a-ordem-de-vacinacao-contra-a-covid-19-entre-os-grupos-prioritarios

https://localizasus.saude.gov.br/
http://www.saude.df.gov.br/saude-sem-fake-news/

  1. 16 de abril de 2021 - Responder

    Boa noite,
    ainda bem existe um sistema disponibilizado pelo Ministério da Saúde ao menos para nos informar sobre essas postagens mentirosas, pois existem pessoas que vão para filas durante a madrugada com a esperança de serem vacinadas. Obrigada pelo conteúdo.

  2. 17 de abril de 2021 - Responder

    Um absurdo ficarem postando calendários de vacinação falsos. A maior parte da população está ansiosa por se vacinar e pessoas inescrupulosas postam esse tipo de noticia. Isso só causa mais confusão e ansiedade. Embora a demora na compra de vacina seja um problema político sério que o país enfrenta devido ao descaso e interesses políticos do governo federal, a situação piora com noticias falsas a respeito.

  3. 17 de abril de 2021 - Responder

    Achei legal que você foi direto em sites oficiais como o site do Ministério da Saúde e o site do Sus. Isso é importante porque são canais oficiais de comunicação entre o governo e a sociedade, e onde devem haver informações seguras.

  4. 18 de abril de 2021 - Responder

    As fake news com calendários de vacinação causam muito transtorno para a população e isso atrapalha, dificulta a imunização de um povo tão castigado com um número tão grande de mortos. Às vezes, os sites das prefeituras não atualizam as informações no site e a população fica sem saber onde se vacinar ou perde seu tempo em filas geradas por fake news.

Deixe uma resposta para Gisele Roberta Soares Gloria Cancelar resposta