Um toque no espelho mostra se alguém está espionando você: Teste da Unha

Baseado no movimento fact-checking e diante da surpresa com a notícia “Teste da Unha: Um toque no espelho mostra se alguém está espionando você”, pesquisei sobre a verificação dos fatos e as informações públicas relacionadas à descrição da notícia. Foi constato que a notícia não é considerada verdadeira, mas também não é considerada falsa. Após uma publicação no Facebook, esse suposto método foi compartilhado por mais de 235 mil pessoas. Essa notícia afirma que ao colocar a ponta do dedo diante de um espelho deverá aparecer um vão, um espaço entre as imagens, se isso não acontecer significa que existe alguém por traz do espelho te espionando.

Contudo, essa notícia foi categorizada com imprecisa e o primeiro motivo para isso foi por não se tratar de uma informação policial já comprovada cientificamente através de investigação. Os chamados “espelhos de observação” que seriam utilizados para espionagem não deveriam ficar colados na parede e sim dentro delas, como se fossem janelas refletidas. Esse tipo de janela vemos constantemente nos filmes policiais durante cenas de interrogatório na delegacia e intensidade da imagem refletida depende também da iluminação do local. Outro aspecto observado é a diversidade de materiais utilizados para a produção de espelhos, como o de acrílico, por exemplo. Este tipo pode ou não mostrar o espaço entre as imagens, depende da posição que o espelho é colocado.

Esse tipo de notícia pode deixar muitas pessoas paranoicas e muitas delas nem despertam o interesse e a curiosidade por uma simples investigação. A maioria delas recebe a notícia como verdadeira e repassam indiscriminadamente causando uma aflição generalizada.

O professor Fernando Lang da Silveira, pesquisador do Centro de Referência para o Ensino da Física (CREF) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pesquisou o método e publicou um artigo em 2019 explicando a problemática: “Os espelhos no nosso cotidiano são constituídos de uma lâmina fina de aço sobre uma placa transparente de vidro ou cristal. O lado que funciona como espelho é o lado que fica atrás da lâmina de vidro e portanto não pode ser tocado pelo dedo. Ou seja, quando alguém toca no espelho, está tocando no vidro que separa a superfície espelhada da face acessível de vidro. Desta forma, a imagem virtual do dedo fica distante do próprio dedo pelo dobro da espessura da lâmina de vidro. Quanto mais fina a lâmina de vidro, mais difícil é perceber a distância entre o objeto que toca o vidro e sua imagem no espelho. Quando a superfície externa do espelho é tocada por um objeto fino como a ponta de uma caneta fica fácil de se perceber que a ponta da caneta não toca sua imagem. A distância entre objeto e imagem torna-se mais acentuada quanto mais espessa é a lâmina transparente de vidro ou cristal.”.

Diante da verificação desses fatos podemos concluir que a notícia está na categoria de imprecisa, pois as imagens de um espelho comum podem variar dependendo das condições de luminosidade, da espessura da placa transparente de vidro e do ângulo.

Fonte:

https://noticias.r7.com/hora-7/e-farsas/teste-da-unha-um-toque-no-espelho-mostra-se-alguem-esta-espionando-voce-18092020

“Teste da Unha”: Um toque no espelho mostra se alguém está espionando você?